namaste@namastenatureza.com.br - 11 2955-0886 / 9 9242.9250

Trekking / Caminhada / Hiking

IMG_3175

a prática de percorrer áreas selvagens ou trilhas a pé, com percursos longos e de vários graus de dificuldades. Normalmente o termo hiking refere-se a caminhadas mais leves que o trekking.
A palavra trek tem sua origem na língua africâner. Ela passou a ser utilizada no início do século XIX, pelos vortrekkers, os primeiros trabalhadores holandeses que colonizaram a África do Sul.

O verbo trekken significava, então, migrar e possuía uma conotação de sofrimento e resistência física, numa época em que a única forma de se locomover de um ponto a outro era caminhando.

Quando os britânicos invadiram a região e estabeleceram seu domínio político na África, a palavra foi absorvida pela língua inglesa e passou a designar as longas e difíceis caminhadas realizadas pelos exploradores em direção ao interior do continente, especialmente na busca de novas descobertas, como a nascente do Nilo e as neves do Kilimanjaro.

A seguir chegaram os aventureiros em busca de fortes emoções, normalmente encontradas em regiões distantes e de difícil acesso, só atingidas após longas caminhadas em terrenos acidentados. Esses eram os novos trekkers.

Hoje utilizamos o termo também em português, significando caminhadas em trilhas naturais, em busca de lugares interessantes para se conhecer, e é uma das atividades mais praticadas pelos ecoturistas do mundo inteiro.

Muitas vezes o ambiente a ser visitado não é de fato selvagem, mas por ser acidentado ou desprovido de vias de acesso, a única alternativa é visitá-lo a pé. Felizmente, para nós, há muitas regiões do planeta onde o carro ainda não conseguiu chegar, preservando paisagens e modos de vida relativamente intocados, ao alcance dos amantes da natureza.

Dicas Gerais

Nunca vá sozinho a uma expedição, mesmo que você seja experiente. Acidentes podem acontecer.

Caminhe com passadas regulares, ritmo e equilíbrio.

Quando caminhar em grupo, forme uma fila indiana, mantendo uma distância segura entre os participantes.

Olhar sempre alguns passos à frente, analisando o terreno. O melhor ritmo é aquele que lhe permite conversar durante a caminhada. Lembre-se: você não está participando de nenhuma competição, por isso, não se exceda.

Nas subidas, reduza o tamanho da passada, mas mantenha o ritmo.

Pare e verifique os pés quando sentir sensação de queimação ou atrito. Este é o primeiro sinal de bolhas.

Descanse de 10 a 15 minutos a cada hora de caminhada. Conheça seus limites.

A regra geral de peso máximo na mochila é a de 1/3 do peso corporal. Evite levar a casa inteira para a trilha. Lembre-se que 1 Kg “pesa muito mais” após algumas horas de caminhada.

Não carregue nada nas mãos. Elas devem estar livres para qualquer eventualidade.

Cuide da saúde e mantenha-se em forma. Participe somente de trilhas que sejam adequadas ao seu preparo físico.

 

Farol.jpg5 Farol Ilha do Cardoso 07 09 07 145 DSC_0582 IMG_0873

 




Fotos de clientesver todas